Caso Bianca: Delegado Mauricio Guimarães, do DHPP, diz acreditar que crime teve motivação sexual

Sandro Dota

O motoboy Sandro Dota estava casado com a irmã de Bianca Casoli, mas não deixava de “dar cantadas na cunhada” antes de supostamente assassiná-la. A informação foi feita pelo delegado Maurício Guimarães, do DHPP (Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa), após o depoimento do suspeito, nesta terça-feira (13).
O delegado Alberto Pereira Matheus Junior, que coordenou o inquérito do caso, também contou que Dota se mostrou “extremamente frio o tempo todo [no depoimento]” e tem “características de um sociopata”. O delegado ainda afirmou que, “por sua experiência profissional e por depoimentos colhidos, o crime pode ter motivação sexual”.

A polícia havia preparado dez perguntas para fazer durante a oitiva de Dota, mas o motoboy se negou a responder todas ela. Na saída do prédio da DHPP, ele disse ser inocente. Para a polícia, não há dúvidas de que ele matou a cunhada.
O delegado Mauricio Guimarães, que participa das investigações do caso, disse, na manhã desta terça-feira, que também é possível que Dota tenha entrado na casa da jovem para praticar um roubo e teria acabado assassinando Bianca.

– Havia dinheiro na casa da vítima, ele tinha bronca do sogro. Pode ter sido só o roubo, só a motivação sexual ou as duas coisas.

Para entrar na casa da vítima, o suspeito tinha uma cópia da chave, que teria sido feita dias antes do crime. De acordo com a polícia, o motoboy havia pedido a chave para a avó de Bianca com a desculpa de que precisava usar a máquina de lavar roupa da casa.

Ainda de acordo com a polícia, o mesmo tipo de saco plástico encontrado na garganta de Bianca durante o exame do IML (Instituto Médico Legal) foi achado na casa de Dota.
De acordo com Guimarães, o exame que comprovou que a pele embaixo da unha de Bianca era geneticamente compatível com o sangue de Dota foi definitivo para colocá-lo como principal suspeito. O sangue estava na calça que o motoboy usava no dia do crime.

– A calça foi entregue pela esposa dele [irmã da vítima] por livre e espontânea vontade. Tiramos até foto para mostrá-la entregando.
A Polícia Civil prendeu Sandro Dota no início da noite de segunda-feira (12). A versão contada pelo suspeito no dia do assassinato foi desarticulada. Segundo o delegado, Dota não esteve com sua mulher em uma feirinha, e mentiu ao dizer que o ferimento que ele tinha na perna foi causado em uma reforma na casa da tia dele.

– Ele havia dito que se machucou com um caibro de madeira. Mas a viga tinha 40 cm e o machucado 29 cm. No crime, tudo leva a crer que teve luta corporal.

Além disso, a tese do ferimento em uma obra foi negada por um pedreiro que prestou depoimento à polícia.
O corpo de Bianca foi achado pela mãe dela, caído próximo à porta de saída da casa onde moravam, no dia 13 de setembro deste ano. Segundo a polícia, a jovem foi atacada quando havia acabado de tomar banho e se preparava para ir para a academia.

Na cama, os investigadores encontraram a toalha usada por ela, ainda molhada. A garota teria reagido à presença de um criminoso e começado uma luta escada abaixo. Foram encontradas mechas de cabelo pelos degraus. dentro da garganta da jovem, a polícia encontrou um saco plástico.

R7

Anúncios

Sobre Henrique Oliveira

Um cara sonhador. Dono e fundador do CLUB TV. O Blog que luta para ter seu espaço no mercado da informação sobre televisão. @Oficialclubtv / @mentedigital

Publicado em dezembro 14, 2011, em Noticias manhã. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Obrigado Por Visitar o NRTV !

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: